Como manter o foco

A capacidade de concentrar-se em algo por vontade própria, ignorando distrações e controlando impulsos, surge aos 3 anos de idade

Ano Novo é sinônimo de vida nova para muitos. E não há quem não planeje mudanças nesse período. Emagrecer alguns quilos, adquirir o carro dos sonhos, ou dedicar-se aos estudos, são muitas as possibilidades que nos dão animo para enfrentar os próximos 365 dias. Manter a disposição e disciplina ao longo dos meses se torna uma tarefa impossível e logo a decepção aparece. E o resultado de tudo isso: não atingimos o objetivo.

Porém, você sabe por que isso ocorre? Segundo o psicólogo americano Daniel Goleman, autor do livro “Foco”, cada um de nós tem uma infinidade de razões para perder a concentração durante o percurso. Elas podem ser simples e tem duas origens: a emocional; que é aquela que vem de dentro de nós, como, por exemplo, a perda de uma pessoa próxima, ou sensorial; que envolve os sentidos, como um som alto durante o trabalho.

O psicólogo americano afirma no livro que existem três tipos de foco:

– O primeiro é o foco interno, que nos permite entender nossos sentimentos e emoções.

– O segundo é o foco nos outros, que é o que nos faz ouvir o que as outras pessoas dizem e ter a capacidade de nos colocar no lugar delas, compreendendo o que estão sentindo.

– E, por último, é a atenção que devemos dar ao que acontece a nossa volta e como nossas atitudes impactam o resto do mundo.

Parece mais fácil para algumas pessoas manter a atenção em uma determinada atividade do que outras. Isso se explica que a habilidade de concentração é genética e filhos de pais com alto grau de atenção têm mais chances de nascer com a mesma característica. A capacidade de concentrar-se em algo por vontade própria, ignorando distrações e controlando impulsos, surge aos 3 anos de idade e pode ter uma grande influência no sucesso profissional.

Fiquem tranquilos! Existe uma solução para as pessoas que não conseguem manter a atenção, ou até mesmo para aquelas que querem garantir um maior foco nas atividades. Descobriremos juntos, na parte 2, como exercitar o cérebro para atingir nossos objetivos e colocar fim a essa barreira.

Edson Fujita é coach e vive em São José dos Campos

– Cuidado para não sabotar a produtividade

– Época: Como não perder o foco 

– Novidades no Facebook de Edson Fujita – Coaching e Consultoria 

0 Responses

  1. […] – Como manter o foco – Parte I  […]

Leave a comment