LinkedIn: Poderosa ferramenta profissional

LinkedIn - Edson Fujita - coaching - 04

Já faz parte do LinkedIn? Se ainda não tem um perfil, corra! A rede social tem o propósito de criar uma rede de conexões profissionais, onde é possível buscar por vagas de emprego, recomendar pessoas, seguir empresas, entre outros destaques. Hoje, o LinkedIn possui mais de 225 milhões de usuários, sendo mais de 13 milhões deles brasileiros.

Para quem ainda não se cadastrou no LinkedIn ou então para quem já se cadastrou, mas ainda não desvendou alguns mistérios da rede, confira algumas dicas do jornalista Thiago Barros, no especial para o site Tech Tudo “Guia do LinkedIn: descubra como fazer tudo com dicas e tutoriais”.

– Como aproveitar o LinkedIn profissionalmente ao máximo?

Manter o perfil sempre atualizado, colocar o máximo de informações, como empregos anteriores e um resumo das suas funções na empresa. Não se esquecer de colocar a sua formação, idiomas e outros. Adicionar uma boa foto no perfil, pois diferentes das outras mídias sociais, a foto no LinkedIn deve ser profissional. Pedir recomendação de ex-chefe e colegas de trabalho é uma maneira de afirmar que você fez um bom trabalho. Entrar em grupos de seu interesse profissional.

– Como usar o LinkedIn para buscar emprego?

Vá ao topo da página do seu perfil no LinkedIn e clique em “Jobs”. Dentro dessa guia terá a opção “Find Jobs”. De acordo com as informações que você inseriu na rede social profissional, o sistema já fará uma seleção automática de trabalhos. Se nenhuma das opções te agradar, há uma barra de busca no canto superior da tela. Você pode procurar propostas de trabalho e empresas através de uma ou duas palavras-chave.

Você pode “salvar” propostas de trabalho e buscas que fez dentro do LinkedIn para analisar depois. Se você viu uma oferta de emprego, mas ficou em dúvida se o seu perfil se encaixa com a vaga, o ideal é que você armazene a busca e dê uma checada depois. O LinkedIn também fornece a contratação de um serviço de busca por empregos, que tem maior eficiência do que a sua procura manual, porém não são garantias de trabalho. Pelo valor de R$ 32 e R$ 80 por mês, você consegue ver quais profissionais visitaram seu perfil e o mesmo fica registrado à medida que você visita páginas de outros profissionais. A busca paga também deixa sua página na mira de recrutadores que estão no site, e que tentarão te encaminhar assim que você sair de um determinado trabalho.

Edson Fujita é coach e vive em São José dos Campos

– Tech Tudo: Guia do LinkedIn: descubra como fazer tudo com dicas e tutoriais

– Novidades no Facebook de Edson Fujita – Coaching e Consultoria

No Comments Yet.

Leave a comment