Lidando com a ansiedade

Uma maneira simples de desconectar os problemas da sua vida é relaxar e fazer algo que gosta

Unhas decoradas Brasil

Você é um daqueles que tem o costume de roer as unhas quando algo ameaçador está por vir? Não consegue tirar aquele problema da cabeça? Cuidado, isso é um sinal que você sofre de ansiedade. Um profissional neste contexto pode ficar nervoso, transpirar em excesso, gaguejar e não se lembrar de tudo que tem que fazer em um determinado momento.

A ansiedade é a predisposição em perceber uma situação que ameaça a carreira de muitas pessoas. Quando moderada, ela se torna até benéfica, mas quando esse fator começa a atingir os altos níveis acaba provocando transtornos indesejáveis para o profissional e interfere diretamente na produtividade. A ansiedade provocada pela excitação, criatividade e inovação nas atividades de trabalho é positiva na medida que contribui para a melhora da performance das pessoas e na maximização do seu potencial. Quando é proveniente do medo, da insegurança e da baixa estima, da necessidade em agradar e ser reconhecido, pode tornar-se angustiante e tornar a vida profissional do angustiado numa verdadeira tortura.

Se você não tem certeza se sua ansiedade é negativa, ou seja, eleva sua pressão, sua irritação estomacal e aumenta suas dores de cabeça, observe em seu trabalho a ocorrência de:

– Ser agitado e, em geral, começa uma atividade e parte para outra, sem finalizar a anterior;

– Possuir dificuldade de concentração, perdendo o foco com facilidade;

– Facilmente se irritar;

– Possuir comportamento instável;

– Buscar demasiadamente agradar as pessoas;

– A simples menção de ser sexta-feira ou ter um feriado próximo melhora muito seu humor;

– Ter muita dificuldade na tomada de decisões.

Minimizando a ansiedade

Calma! Se você se enquadrou neste contexto, não se apavore. Algumas atitudes podem ajudar a lidar com a ansiedade. Um passo importante é identificar as situações que geram a ansiedade para tentar restabelecer o equilíbrio emocional. Efetuar a análise dessas situações e ter consciência de si mesmo, de suas habilidades, da sua capacidade de realização e de dedicação. Você poderá reduzir suas preocupações avaliando as mudanças de atitude que possam minimizar o estado de ansiedade. Observe especialmente os aspectos relacionados à insegurança e analise como aumentar a sua segurança perante tal situação. Outro aspecto importante relaciona-se à necessidade de agradar às pessoas. Faça seu melhor e, se necessário, busque treinamento ou orientação para aprimorar seu resultado.

Relaxar também é uma tarefa que ajuda muito. Dedique algum tempo a você. Descanse, durma bem, leia um livro e sorria. Programas divertidos podem trazer satisfação pessoal e tirar o foco da ansiedade, pois reduzem a liberação de cortisol e adrenalina, responsáveis pelo estresse e liberam hormônios relacionados com felicidade e bem estar. Por último, organize seu espaço de trabalho e crie um ambiente harmonioso e acolhedor, definindo prioridades, para que fique mais fácil saber o que deve ser executado primeiro. E, sempre que puder, fuja da rotina.

Edson Fujita é coach e vive em São José dos Campos

– Descubra o porquê a ansiedade pode atrapalhar a vida profissional – Blog Carreira Terra 

– Novidades no Facebook de Edson Fujita – Coaching e Consultoria

No Comments Yet.

Leave a comment